Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2014
publicado por JN em 15/12/14

15.12.14.jpegPelos 40, a Catarina ofereceu-me umas Green Boots. Isto no último Inverno. Comprou-as ao produtor, por 80 euros, e foi um bom negócio: ainda há dias as vi à venda, n’A Vida Portuguesa, por 170.

Na verdade, dão-me cabo de um polegar. Não consigo usá-las mais de duas horas. Mas tenho pena, porque são lindas – grosseiras, cheias de estilo, sólidas como uma caixa forte, ou talvez um pequeno castelo –, e desde o primeiro dia sou perseguido pela ideia de que merecia umas botas tão espectaculares como elas sem ter de me submeter a amputação.

Encontrei-as há umas semanas, aqui na ilha, numa loja para lavradores. Os atacadores não têm tanta pinta e não há aquele forro interior às cores. Mas o corte é semelhante, está lá a costura a toda a volta, numa linha com ar de que podia pescar um atum, e a sola é igualmente feita de pneu reciclado.

Não se chamam Green e custaram-me 26 euros. Com uns atacadores e umas palmilhas, 28. Ainda não as tirei. Já comecei a recuperar a circulação no dedão.

Fiquei a pensar se não devia ter dado o nome Green-Qualquer-Coisa a esta coluna também. Green Column.

Infelizmente, não é esse o meu tipo de ecologismo.

Todo o dia desfilam pela minha janela animais. Melros e labandeiras, coelhos e pombos torcazes, vacas mugindo a propósito de nada, uma cabra roedora, gatos e cães evadidos dos quintais. Sobem e descem muros, arrastam-se cerrado fora, ficam ali às voltas, lutando com as moscas.

Depois há as árvores. As flores. O vento.

O meu tipo de ecologismo é sentir que estou rodeado dessa vida. Basta-me isso: assistir ao espectáculo dela, como assistem os meus vizinhos. As botas podem chamar-se o que quiserem. Prefiro-as baratas: o meu ecologismo é liberdade.

Diário de Notícias, Dezembro 2014

comentar
| partilhar
2 comentários:
De susana gardete a 16 de Dezembro de 2014 às 07:12
(chiça!...)
Está aqui tudo!
Posso imprimir e colar nas costas do meu cartão de cidadão?
Uso as sola de pneu há talvez mais de 20 anos. Também conheço as Green Boots, que são realmente muito bonitas, mas faltam-lhes qualquer coisa. Faltam-lhes o tosco sem intenção de o ser. Aliás isso vê-se no preço. E a Catarina Portas bem o sabe...
Ah e já me esquecia: estás feito num lumbersexual!
:)
De JN a 16 de Dezembro de 2014 às 09:23
Ahahahah. Já dirimi esse insulto! (http://www.joelneto.com/lenhador-420681)

Comentar post

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira, e a cidade de Lisboa. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002), “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011) e “Os Sítios Sem Resposta” (romance, 2012). Está traduzido, editado e/ou representado em antologias em países como Inglaterra, Polónia, Brasil, Espanha e Itália. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica, ao diário e à crítica, que desenvolve a par da escrita de ficção. (saber mais)
Moradas
no facebook
pesquisar neste blog
 
livros de ficção

Os Sítios Sem Resposta
ROMANCE
Porto Editora
2012
Saber mais
Comprar aqui


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas"

CONTOS
Editorial Presença
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE
Editorial Presença
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa

CRÓNICAS
Porto Editora
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português"

OBRA COLECTIVA
Círculo de Leitores
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)"

CRÓNICAS
Esfera dos Livros
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor"
BIOGRAFIA
Publicações Dom Quixote
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor"
CRÓNICAS
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
tags
arquivos
links